quarta-feira, 20 de agosto de 2014

DIY - Máscara de dormir


Eeeeee!! Eu sempre quis uma máscara de dormir, mas nunca quis comprar uma. Aí o marido trouxe uma pra mim que ele ganhou no avião. Usei ela uns dias e resolvi fazer a minha. Usei a que o marido me deu pra desenhar o molde e arranquei os elásticos dela. hahaha Tem uns moldes aqui ó.
Aproveitei uma calça minha que rasgou bem no bumbum (não dava pra cortar e fazer shorts como eu sempre faço com as calças que rasgam), cortei dois retalhos e recortei duas partes iguais da máscara.
Resolvi que queria um enfeitinho simples e fofo. E pra isso eu acho que corações são a melhor escolha. 

A primeira coisa que fiz foi costurar o coração onde eu queria.

Peguei dois alfinetes e prendi as duas partes juntinhas.

Comecei a costurar uma na outra e quando chegou na parte dos elásticos, coloquei eles e passei a costura por cima. Isso foi só pra prender eles no lugar que eu queria. 

Depois de tudo costurado eu voltei onde os elásticos estavam e fiz uns pontinhos em cima deles. Dá pra ver ali na última foto!
E minha máscara ficou prontinha e já está sendo usada. Uhuuuuuuuuuu!! Adoreiiiiii ela!!

Usei 2 elásticos porque eles eram finos, se fosse um largo eu teria usado só uma tira mesmo.
O que vocês acharam??? Espero que tenham gostado.
Bjoooooos

segunda-feira, 18 de agosto de 2014

Preto e laranja no Somerset House

Oi gente!
Ontem marido e eu fomos passear em Londres. Estamos tentando aproveitar o restinho de tempo que temos aqui. Passeamos e aproveitei pra pedir pro marido fazer umas fotos minhas. 
Semana passada vi esse vestido numa lojinha de caridade e me apaixonei por ele. Ando comprando só vestidos agora. Já que vamos voltar pro Brasil, não adianta ficar comprando roupa de frio, né?! 
Gostei demais dele, mas queria que ele fosse colorido. Já que ele não é, coloquei a meia laranja pra dar um pouco de alegria pro preto.
Usei também um broche de botões que fiz na sexta passada. Resolvi fazer ele de última hora e adorei o resultado. Quero fazer mais!
E como ontem era um dia de chuva e vento, fui com o cabelo preso. 

Eu adorei essa combinação. Só queria que não tivesse tanto preto. Queria o vestido colorido, e queria uma jaqueta colorida também. hahahaha Adoro cor!!
Espero que vocês tenham gostado.
Boa semana gente!
Bjos

quinta-feira, 14 de agosto de 2014

Louças diferentes deixam a mesa mais fofa


Oi genteeeee!!
Hoje eu vim falar de uma coisa que mudou em mim nesse tempo aqui na Inglaterra. É uma coisa boba, mas me fez bem mais feliz.
Desde que casei, decidi que queria ter um jogo de louças fofas, pra fazer um chá fofo, um lanche fofo. Vocês me entendem, né?! O negócio é que não comprei jogo nenhum. Primeiro porque eram caros e segundo porque não achei nenhum que fosse uma paixão.
Aí viemos pra cá e eu tenho muito mais tempo livre aqui, né?! hahahaha Aí comecei a fazer uma coisa que eu gosto muito, que é aproveitar bem o horário das refeições. Eu gosto de arrumar a "mesa" e deixar tudo fofo. Adoro a hora de arrumar, e adoro a hora de fotografar pra deixar esse momento guardado pra sempre.
Mas como é que eu faria uma mesa fofa se eu não tinha nada fofo? Eu não pensei nisso de verdade, mas toda vez que passava nas lojinhas de caridade eu ficava de olho nas louças. Ainda faço isso. hahaha São incríveis as coisas que conseguimos encontrar.
Assim eu fui comprando uma xícara aqui, uma caneca ali, um prato lá. E agora eu tenho bastante coisinhas fofas e são todas diferentes uma da outra. 
E aqui a mudança!! Eu não quero mais um jogo, tudo igualzinho. Acho que uma mesa com louças diferentes é bem mais legal.


Sou mega feliz com várias coisas diferentes e ainda estou atrás de mais. Acho que nunca vou me cansar de comprar essas fofurinhas. Quem é que cansa, né?!
Eu acho que olhar pra uma mesa com coisinhas diferentes é uma grande inspiração. Cores diferentes, formatos diferentes, tamanhos diferentes. Tudo isso chama demais a minha atenção e me deixa feliz.

Querem ver mais um post de uma mesa com coisinhas lindas e diferentes? É a coisa mais linda esse post lá no Molly Mell.

E vocês? O que acham? Gostam de tudo igual ou tudo diferente??
Quem quiser ver mais fotos como essas pode acompanhar o insta @scrapbi.
Bjooooos

terça-feira, 12 de agosto de 2014

21 coisas sobre mim que aposto que vocês não sabiam


Oi gente!!
Hoje vim contar umas coisas sobre mim. Achei legal fazer isso porque aí a gente consegue se conhecer um pouquinho melhor, né?! Espero que vocês gostem de saber essas coisinhas.

1 - Meu nome é composto, Gabriela Ernesta Alberti. Ernesta era o nome da minha avó paterna e meu pai foi me registrar sem falar com a minha mãe. Aí ele não me deu o sobrenome da minha mãe que é Azambuja, mas colocou o nome da minha vó. 
Eu sempre tive pavor desse nome. O povo na escola sempre zoou muito com a minha cara. Sempre foi piada! Não lembro quando que meu trauma com Ernesta acabou, mas hoje estou de boa.

2 - Eu desci de bicicleta a escada da minha casa quando eu tinha 2 anos. Na verdade eu desci só o primeiro degrau, depois eu fui caindo mesmo. Quebrei o braço!

3 - Quando eu era criança eu queria estudar música ou artes plásticas. Mas na hora de fazer o vestibular escolhi Química. Química era minha matéria preferida no E.M. Aí eu não escolhi uma profissão! Foi tudo na correria e eu escolhi minha matéria preferida.

4 - Cresci numa cidade bem pequena no interior do Mato Grosso, Porto dos Gaúchos. Acho que nem tem 10 mil habitantes hoje. Lá as crianças dirigiam carros e andavam de moto. Não teve polícia por um bom tempo. Depois a polícia chegou a acabou com a alegria de todo mundo.

5 - Eu sempre usei roupas diferentes. Na verdade roupas normais, né?! Mas combinações inusitadas. Agora estou mais normal, mas na faculdade me chamavam de "pirulito". Por causa daqueles pirulitos com um montão de cores, sabem?

6 - Com 8/9 anos eu pintei um macacão jeans. Pintei cada pedaço que dava com uma cor diferente e ficou lindo. Eu adorava ele! Depois eu bordei uma saia com miçangas, costurei uns botões numa calça, desenhei e pintei umas coisas numa outra calça. Levei uma calça velha na costureira pra ela cortar e fazer uma bolsa com a parte de cima, aí levei a bolsa e um cinto velho no sapateiro e pedi pra ele costurar o cinto na bolsa pra fazer a alça.

7 - Comecei a aprender a dirigir com uns 9 anos. Com 11 eu consegui dirigir sozinha!

8 - Meu pai falou que quando eu conseguisse sair de ré com o carro da garagem eu poderia dirigir sozinha. A casa era no meio do quintal e o caminho da garagem até a rua fazia uma curvinha. Eu só conseguia ir de ré se fosse reto, aí deixei em ponto morto e empurrei o carro até acabar a curva. Depois dei ré e saí.

9 - Meu pai tinha uma serraria e a gente morou no mato por um bom tempo.

10 - Eu tinha uma macaquinha de estimação, a Chiquinha. Ela era um macaco-aranha e era a coisa mais fofa do mundo. Um peão da serraria achou ela, ainda filhote, no mato quando estava pegando umas toras e levou pra mim.

11 - Sempre amei Sandy e Junior. Chorava quando a Sandy cantava na TV, sempre passava na loja pra ver se a fita nova deles tinha chegado, sonhava que eles eram meus melhores amigos, tinha vários pôsteres e revistas. Nunca fui num show deles!! 

12 - Sempre fui apaixonada por filmes!! Quando minha amiga Patrícia chegava na minha casa pra me chamar pra andar de bicicleta, ir pra rua ou pro rio, e eu estava vendo um filme, ela ia embora e voltava depois. hahahaha Ninguém me tirava da frente da TV na hora da Temperatura Máxima no domingo.

13 - A gente tinha antena parabólica sem controle remoto, aí meu pai me chamava pra trocar o canal pra ele. Ai que raiva que me dava!! Ele me chamava pra acender e apagar a luz também.

14 - Eu sempre adorei cantar e sempre cantei na igreja. Cantei até no casamento de duas amigas. Era a coisa que eu mais gostava de fazer na vida. Mas parei na faculdade e nunca mais cantei!

15 - Eu gostei do marido na primeira vez que o vi. Aí fui atrás e fiz de tudo pra estar onde ele estava. Uma hora a gente acabaria conversando, né?! E deu super certo!!

16 - Eu estudei num colégio interno no 1º ano do E.M. Foi o melhor ano da minha vida!! Voltei lá pra dar aulas de Química exatamente 10 anos depois.

17 - Eu não sei usar o photoshop. Nunca me esforcei muito pra aprender! Tudo o que crio é no power point.

18 - Minha mãe sempre me incentivou, apoiou e deixou eu fazer loucuras nas minhas roupas. Melhor mãe do mundo!!

19 - Uma vez a porta do guarda-roupas despencou em cima de mim enquanto eu dormia.

20 - Quando a gente morava no mato, na serraria, nossa casa era um barraco de lona. Aí ouvimos uns barulhos a noite e de manhã tinha pegadas de onça na cozinha. 

21 - Uma vez eu entrei no carro e aí uma moto com dois caras parou na frente. Um dos caras veio e tentou abrir a porta. Ele não conseguiu porque a primeira coisa que faço quando entro no carro em Cuiabá é trancar a porta. Aí ele bateu no vidro, mandou eu abrir a porta, gritou e tal. E enquanto ele fazia tudo isso eu coloquei o cinto, desengatei o freio de mão, liguei o carro e aí o colega gritou chamando ele. Ele montou na moto e foram eles pra um lado e eu de carro pro outro. 

Tá aí, 21 coisas sobre mim. Eu ri demais lembrando delas pra fazer esse post.
Agora vocês me conhecem um pouquinho mais. O que acharam?
Espero que tenha sido legal e se tiverem alguma pergunta podem fazer, quem sabe rola mais um post assim, né?!
Bjos

segunda-feira, 11 de agosto de 2014

Como usar iluminador facial num projeto craft


Oi gente!
Como estão?? Aqui está tudo bem, e a realidade da volta pro Brasil batendo na porta. A gente vai voltar no final de outubro. Já comecei a desesperar. hahaha Tanta coisa pra levar. Mas acho que vai dar tudo certo. Estou mega triste por ter que ir embora. Queria ficar aqui pra sempre! O lugar é incrível, o clima é incrível, as oportunidades de conhecer outros lugares e participar de feiras e cursos também é incrível. Mas eu sinto falta das minhas encomendas, de criar coisinhas pra decorar minha casa. E isso eu vou ter de novo quando voltar pro Brasil. Então é só nisso que estou pensando!

Lembram que fiz um pote decorado com coisinhas de metal? Aqui ó. Pois é, aquele post mostrou bem como as ceras metálicas são incríveis. E elas são mesmo, não achei nada pra substituir essas bonitas ainda. Mas achei uma coisa que pode ajudar na hora de dar um brilho pro projeto.

Resolvi usar iluminador facial e cola pra fazer uma pastinha e passar num outro pote que resolvi decorar. Não gostei dele tanto quanto gostei do outro, acho que foi por causa da cor. Amei demais a cor de coisa velha que o outro tinha.

Mas tá, é só misturar uma cola, que fique transparente quando secar, com um pó iluminador e passar onde a gente quiser. Dá pra passar só o pó também que o brilho vai ser bem legal. A cola é só pra ajudar o pó ficar grudadinho no projeto.

Aqui o pote só com a misturinha de pó e cola. Já tem um brilho bem legal!

Eu queria esse pote pra colocar minhas lavandas secas. Aí não achei que esse azul com amarelo/dourado combinaria com as lavandas. Então resolvi passar um pouco de cera azul e lilás e ele ficou assim. Mas reparem que o amarelinho do pó facial ainda se destaca bem.

Espero que vocês tenham gostado da ideia e que ela sirva alguma hora.
Bjos e boa semana!

sexta-feira, 8 de agosto de 2014

O diário de Lirityl - Ale Dossena

Oi genteeeeee!!!
Vocês já conhecem o livro de contos da Ale Dossena? Quando ela lançou o livro eu fiquei morrendo de vontade de ler. Olhem a capa e o nome!! Como não ficar com vontade de ler um livro assim?
O problema é que ela lançou o livro bem na época que marido e eu estávamos vindo pra Inglaterra. Aí eu achei que teria que esperar pra ler o livro quando voltasse pro Brasil. Não precisei! Uhuuuuuuu!!
Fiquei mega feliz quando meu livro chegou. 
Ele é do tipo que você lê rapidinho, acho que 1h é suficiente. Mas eu não fiz isso!! Fui lendo aos pouquinhos.

O diário de Lirityl conta um pouco da história de fadinha pestinha Lirityl. Ela é uma fadinha meio sem noção, foi banida do seu mundo e vivia sozinha numa estrela. Lá na estrela ela descobriu que conseguia ver tudo o que acontecia nos outros mundos e aí resolveu escrever em seu diário as coisas que ela via.
Ela viu a feiticeira Razel deixar de ser má, viu o planeta das bonecas, viu um príncipe perder a memória e várias outras coisas.
Todos os contos tem uma mensagem no final. Daquelas que com certeza a gente quer passar para nossos filhos. Eu estou doida pra ter um filhotinho e contar os contos da Ale pra ele.

O livro só tem um capítulo sobre o fadinha Lirityl, eu queria que tivesse mais. Na verdade, eu queria um livro só sobre ela. Pra saber todos os detalhes da sua vida e como ela foi banida, e também saber o que vai acontecer com ela no final. Aleeeee!! Faz um livro só sobre a Lirityl??? hahahaha Eu quero!
O capítulo sobre a fadinha foi meu preferido.


A Ale vai estar na Bienal em São Paulo, no dia 30 de agosto. Uhuuuuu!! Que massa. Vocês vão encontrar ela no estande a Literarte, rua N, 461, às 18h.
Sucesso pra você lá na Bienal Ale. Você merece!

Alguém aí já leu O diário de Lirityl? Qual o conto favorito de vocês?
Bjos pessoal.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Passeando pela Inglaterra e País de Gales


Oi gente!
No último final de semana resolvemos dar uma passeada pela Inglaterra (aproveitamos que minha cunhada está aqui visitando a gente) e pelo País de Gales. O marido alugou um carro e passamos sexta, sábado e domingo curtindo tudo o que dava. 

Nossa primeira parada foi em Salisbury, pra conhecer a Catedral. Ela é famosa por ter a maior torre!! A gente não estava com muito tempo, então a passada foi mesmo só pra ver a igreja. Não entramos! Mas parece ser bem legal lá dentro. 
A igreja e algumas casas e tal ficam dentro de um muro e se a gente não reparar bem, nem dá pra perceber. Eu amei amei!!

A foto acima mostra o muro!! Olhem que delícia! Tem casas no muro e tal, e aí tem os portões que eu acho a coisa mais linda! O centro fica logo do lado de fora do muro. Não vi muito, mas por onde andei a coisa era bem bonitinha.

De lá fomos pra Old Sarum, que é ali em Salisbury mesmo. São as ruínas de um castelo!! Eu queria que o castelo ainda estivesse lá. hahahaha Acho que seria mais legal! Mas a vista lá de cima (é um morro) é incrível.

Depois de Salisbury fomos para Bath e passamos pela estrada onde dá pra ver o Stonehenge. Como a passada foi mega rápida, deixei as fotos de fora. Mas Bath é um lugar lindo e super recomendo!!

De Bath pegamos a estrada pra Cardiff, capital do País de Gales. Chegamos lá de dia ainda, mas a chuva atrapalhou um pouco o passeio. Andamos um pouco pelo centro, mas já estava tudo fechado. Dormimos lá e no outro dia de manhã fomos ver o castelo que fica no centro. Também não entramos! Já falei que sou fã de ver as coisas pelo lado de fora?? Gosto de ficar na rua! hahahaha Aí geralmente o marido entra nos lugares e eu fico zanzando pela rua. Tem um outro castelo lá também, mas não fomos. E do lado do castelo do centro tem um parque mega gostoso e um rio passando por ele. Perfeito!!!

De Cardiff nós fomos pra Swansea!! Aiiiiii que lugar delícia. Praia de areia cheia de conchinhas e um centro cheio de lojas e lugar gostoso de passear.
Do ladinho de Swansea fica Mumbles, mais um pedaço incrível do mar. Cheio de montanhas e tal!! Uma delícia a vista de lá! E tem uma trilha na montanha. Demais!! Pena que não dava tempo de andar toda ela.

Depois de Swansea pegamos a estrada de volta pra casa e paramos em Oxford. Teve gente falando que não tem nada em Oxford! Então... depende do que você quer ver, né?! Pra mim Oxford é a cidade mais linda da Inglaterra, até agora. Ainda não conheci Cambridge!! 
Pra quem gosta de ver as coisas pelo lado de fora, como eu, Oxford vale muito a visita! O centro é a coisa mais linda com construções antigas, becos, mercados cobertos e tudo o mais que a Inglaterra tem de lindo. E ainda é um ótimo lugar pra compras! Todas as lojas legais estão lá. Apaixonei pela cidade!!
Quero ver se volto lá e passo um dia andando por tudo. Pena que o tempo por aqui está acabando.

Voltamos pra casa, dormimos e no outro dia partimos para Eastbourne e Brighton. Brighton é um lugar incrível e a gente queria muito voltar lá e Eastbourne é um lugar lindo que a gente morria de vontade de conhecer.
Eastbourne é uma gracinha de cidade, com praia de pedras e um píer lindo. Só que ele pegou fogo (sei lá quando e como) e está fechado até hoje. Que dó!!
Numa rua perto da praia tem um montão de lojas fofas e cafés. Me apaixonei por essa rua! Só deu tempo de conhecer essa, mas já valeu muito!


Saímos de lá e fomos conhecer os clifs Seven Sisters. Gente!!! O que é aquilo???? O marido vivia dizendo que queria ver uns clifs (que são aqueles paredões de pedra na beira do mar), aí descobri o Seven Sisters e resolvemos ir pra lá. Melhor coisa do mundo! Lugar incrível, de tirar o fôlego.

Dá pra ir de Eastbourne pra lá de ônibus, acho que deve dar pra ir de Brighton também. Não precisa pagar nada pra entrar (só estacionamento, se você estiver de carro)! Aí a gente entra, escolhe uma trilha e vai! O caminho é plano com um rio que vai pro mar. Aí tem a trilha da montanha que vai pra um clif e também tem trilha pra praia, que é de pedras. Esse é o único problema!! Dói de mais andar descalço naquelas pedras!


Saímos de lá com dor no coração e vontade de voltar. Fomos pra Brighton (tem post aqui), e o final de semana acabou muito bem.


Adorei conhecer todos esses lugares, e dá pra ir pra todos bem facilmente lá de Londres. 
Espero que vocês tenham gostado de conhecer um pouquinho mais da Inglaterra comigo. Eu amo demais esse lugar e já estou com dor no coração. hahahaha
Bjos pessoal!